submenu
"Se avexe não... Amanhã pode acontecer tudo, inclusive nada"
A Natureza das Coisas
(Accioly Neto)
mural de recados
15/04/2016
Lila escreveu:
"Ela era miudinha Botei seu nome tamborete de forr Mas quando ela me deu uma olhada Senti logo uma flechada Meu corao foi logo dando um n". Eita Santanna que ouvir voc cantando essa msica mim da um orgulho danado da gota de ser um autentico "TAMBORETE DE FORR". Sucesso Cantador! Deus e Nossa Senhora te abenoe e te proteja.
23/03/2016
Laelma Carvalho escreveu:
NOTA DE ESCLARECIMENTO A Via Show Eventos e Recepes vem por meio desta nota informar a todos que em decorrncia de problemas graves de sade envolvendo um dos seus principais responsveis e incentivadores, deixando a todos ns sem clima para festa, resolve adiar o show que estava programado para sbado (26/mar), com o artista Santana o Cantador e a Banda Arraso. O evento ser remarcado para data posterior, quando mais uma vez faremos ampla divulgao. As pessoas que compraram ingressos ou reservas de mesas, podem aguardar a definio de nova data para os shows, ou optarem pela devoluo do valor pago nos pontos em que foram adquiridos, a partir desta quinta-feira (24). Pedimos desculpas e agradecemos a compreenso de todos pelo momento difcil que atravessa a nossa famlia. Edson Silva Diretor
16/03/2016
Jos Amrico escreveu:
Escrevi sobre sua passagem em Teresina. Est no meu Facebook. Espero que goste. https://www.facebook.com/leaoabreu/posts/984664614942882?notif_t=like
prosas e poesias
Versos de Paulo de Tarso e Cesar do Lau
Sou movido a Cultura Nordestina,
Combustivel de fonte renovavel,
Um conjunto de valores veneravel,
Que perdura em sua saga, sua sina.
Sou refm dessa ave de rapina
Que me prende nas garras do conhecer
E me transporta pelo mundo do saber,
Num sobrevoo pelo cu da primazia,
Me soltando nas aguas da poesia
Pra um mergulho no riacho do prazer.

E os pingos de chuva que caem do cu
Se fazem cortina embaando o horizonte
E a agua em barrocas escorre do monte
procura das baixas parecendo um vu.
De longe se ouve o grito do tetu,
Mais perto se v no terreiro um menino
Bricando na lama com seu desatino,
Mostrando um sorriso de satisfao.
So cores que pintam o nosso serto
Por isso me orgulho de ser nordestino.

O retrato que tenho do serto
um casal de rolinhas na mangueira,
O chiado da cancela ou da porteira
E o estalo de lenha no fogo.
No chiqueiro o roncado do barro
E uma gua pastando na chapada.
O vaqueiro levantar de madrugada
Pra honrar e cumprir sua profecia
E depois nos braos de Maria
Se entregar aos cafuns de sua amada.
fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
discografia
XOTEAMAR
XOTEAMAR (2012)

Este trabalho pode ser encontrado no website Forró Iluminado: www.forroiluminado.com.br
letras
S quem sabe o que o amor
quem passou por uma vez na vida
A emoo de uma paixo perdida
Toda a aventura de um bem querer
S quem sabe o que o amor
...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 9986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital