submenu
"Eu nunca mais vou ser triste. Desse tempo eu já passei. O verbo se não existe"
O Verbo 'Se'
(Accioly Neto e Santanna)
mural de recados
01/03/2019
Maria Aparecida escreveu:
Ol Boa tarde...Sou Pernambucana e vim morar no Paran as 2 anos de idade com meus pais e s agora depois de 48 estou voltando para rever minha cidade natal e. Meus parentes q ficaram l.. lgico e comemorar meus 50 ..meu aniversrio dia 16 de maro viajo dia 4 e ficarei at dia 18 por isso gostaria de saber se h algum outro Show do Santanna nesta data alm do dia 09... Obrigada!
19/11/2018
Admail Lopes escreveu:
Minha me morreu em 2015 quando iria fazer 71 anos. Um ano antes (quando ela faria 70 anos) planejamos fazer uma festa, mas no tnhamos condies... A pensamos que voc bastaria, mas tambm no tnhamos condies... Resultado: Ela se foi e no viu seu show, sendo que ela te amava demais! Eu aprendi a te amar...Escuto tudo que ela gostava e choro muitooooo .. Quero te ver um dia, quero te dar um abrao respeitoso em.Nome de uma grande mulher chamada Dona Socorro! Eu te Amo, Santana..., muito menos do que eu AMO Dona Socorro e menos ainda do que sei que ela te AMARIA se viva estivesse. Deus te Abenoe!
24/10/2018
Jairo Silveira escreveu:
Depois de v-lo no programa Sr.Brasil do Rolando Boldrin,tive a honra de conhec-lo pessoalmente no aeroporto em Salvador no dia 12/10/2018.Na oportunidade fui premiado ao vivo com alguns poemas de Joo Paraibano. Gostaria de saber como adquirir o livro do grande Poeta. Um abrao e at breve, Jairo
prosas e poesias
Versos de Paulo de Tarso e Cesar do Lau
Sou movido a Cultura Nordestina,
Combustivel de fonte renovavel,
Um conjunto de valores veneravel,
Que perdura em sua saga, sua sina.
Sou refm dessa ave de rapina
Que me prende nas garras do conhecer
E me transporta pelo mundo do saber,
Num sobrevoo pelo cu da primazia,
Me soltando nas aguas da poesia
Pra um mergulho no riacho do prazer.

E os pingos de chuva que caem do cu
Se fazem cortina embaando o horizonte
E a agua em barrocas escorre do monte
procura das baixas parecendo um vu.
De longe se ouve o grito do tetu,
Mais perto se v no terreiro um menino
Bricando na lama com seu desatino,
Mostrando um sorriso de satisfao.
So cores que pintam o nosso serto
Por isso me orgulho de ser nordestino.

O retrato que tenho do serto
um casal de rolinhas na mangueira,
O chiado da cancela ou da porteira
E o estalo de lenha no fogo.
No chiqueiro o roncado do barro
E uma gua pastando na chapada.
O vaqueiro levantar de madrugada
Pra honrar e cumprir sua profecia
E depois nos braos de Maria
Se entregar aos cafuns de sua amada.
fotos com fãs
Envie sua foto com Santanna Veja as fotos de Santanna com seus fãs
letras
AQUELA SANFONA BRANCA,
AQUELE CHAPU DE COURO,
QUEM MEU POVO PROCLAMA:
LUIZ GONZAGA DE OURO!

AQUELA SANFONA BRANCA,
AQUELE CHAPU DE COURO,
QUEM MEU...

© Copyrigth 2009
Santanna O Cantador
Contato para shows:
(81) 99986 1783
Desenvolvimento:
SER Digital